Anúncios
News Ticker

Marketing

COCA-COLA FEMSA BRASIL INAUGURA NOVA FÁBRICA EM ITABIRITO/MG COM MEGA EVENTO ORGANIZADO PELA TM1

A cidade de Itabirito, que fica a 58 km de Belo Horizonte, foi escolhida para ser a sede da nova fábrica da Coca-Cola FEMSA Brasil. A inauguração oficial acontece neste 11 de junho em meio a um grande evento, organizado pela agência de Live Marketing TM1, para convidados e jornalistas.

O conceito que norteia todo o evento está relacionado diretamente à gestão sustentável e à preocupação da Coca-Cola FEMSA Brasil com o meio ambiente: “Transformando Positivamente”. Para o sócio da TM1, Frederico Gontijo, a nova fábrica tem um grande valor cívico e histórico para Itabirito. Empreendimento esse que veio no momento certo, possibilitando a diversificação da economia na cidade e a transformação positiva de toda sua comunidade.

Para deixar tudo pronto para os dois dias de evento, a TM1 começou seu trabalho há cerca de um mês. Foram mais de 200 profissionais envolvidos na operação.

“Cada projeto que executamos é pensado num nível de detalhamento muito alto. A inauguração da fábrica de Itabirito exigiu um longo trabalho de pesquisa com a comunidade local, e muitos dos conceitos visuais da decoração e comunicação visual do evento partiram daí”, afirma Bernardo Dinardi, sócio da TM1.


PAGANDO OS PECADOS A DEZ CENTAVOS?

By Fernando Adas

Você já está pagando R$0,10 por sacolinha no supermercado? Apenas na semana em que a lei começou a valer, já vi um monte de gente irritada com a cobrança “indevida” e os protestos de sempre.

sacolinhaO varejo tem uma dificuldade estrutural para pensar fora do quadrado financeiro. Para o segmento tudo é contabilizado como custo e deve ser repassado ao consumidor.

Na prática, o consumidor se vê pagando por algo que não escolheu e se sente irritado, mesmo quando se trata de um valor irrisório como no caso das sacolinhas. Pagar nunca significou um momento de satisfação para o cliente, por isso o momento da fila no caixa nos faz pensar sobre o valor real do que compramos.

Quantas vezes você já desistiu de uma compra na fila, trocou ideias e resolveu abandonar a mercadoria? Pagar faz o consumidor “cair na real” e reavaliar a importância daquele produto.

Infelizmente, a maioria do varejo não dá a importância devida a este momento.

Por exemplo, certa vez em uma loja de roupas, decidi a compra e me dirigi à fila do caixa. No mesmo momento fui convidado a esperar sentado, tomando um café. Após uns dez minutos, um vendedor veio com a máquina de cartão e tudo foi resolvido ali entre um biscoitinho e um bom atendimento.

Sabemos que o atendimento personalizado não cabe a modelos de varejo massificados, como supermercados, lojas de departamento, fast fashions, entre outras, mas para o varejista fica o desafio de fazer das filas e dos caixas também momentos de satisfação.

Agilizar o atendimento pode ser uma primeira ação. Quantas vezes foi a uma loja de departamento e a fila estava enorme, pois entre uma infinidade de caixas apenas dois atendentes os operavam e os demais estavam inoperantes? Este é um dos motivos que faz com que o consumidor se irrite com a situação e desista da compra.

Nas filas de supermercado são comuns algumas gôndolas com balas, revistas, chocolates e etc. Este conceito pode ser assertivo, mas será que aquele produto exposto continua interagindo com o meu consumidor? Já pensou em adaptar a ideia e deixá-la um pouco mais a cara do seu varejo? O excesso de produtos cria uma poluição visual que repele o consumidor.

De uma forma geral é preciso conhecer o perfil do cliente da loja e investir em ações que proporcionem satisfação desde a escolha do produto ao momento de pagamento da mercadoria.

Alguns investimentos assumidos pelo varejo inicialmente podem parecer alguns cifrões a menos, porém o retorno financeiro sem dúvidas é muito maior. Pense nisso!

Fernando Adas é publicitário, especialista em varejo e fundador da Fine Marketing, boutique de comunicação dirigida com 10 anos de atuação no mercado nacional. 

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: