Anúncios
News Ticker

Film Lions Winners

ESTADOS UNIDOS É CAMPEÃO EM FILM LIONS COM 231 PONTOS, UM GRAND PRIX, 4 OUROS, 13 PRATAS E 17 BRONZES. REINO UNIDO FAZ 100 PONTOS COM 4 OUROS, 8 PRATAS E 6 BRONZES

Brasil “fatura” um Grand Prix com Leica e não passa da 7ª posição no ranking das nações mais premiadas em Film, com mais 2 Leões de Bronze e 1 Finalista

Dentre agências brasileiras, F/Nazca Saatchi & Saatchi conquista, além do GP histórico, 1 Leão de Bronze; Mullen Lowe também leva 1 Leão de Bronze; e a AlmapBBDO permanece recrutada como uma das mais criativas do mundo, mas desta vez somente com 1 Finalista na área

No 62º ano do Cannes Lions o Brasil conquistou, pela primeira vez na história da sua participação no festival, o Grand Prix em filmes, a primeira e mais tradicional área da competição, que começou como Festival da Sawa exclusivamente para promover a publicidade em cinemas. O troféu coube à F/Nazca Saatchi & Saatchi e à Stink, com o filme “100” para a Galeria Leica marcar o centenário da marca.

Tor Myhren, chief creative officer global da Grey e presidente da Grey New York, presidiu o júri de Film de 2015, que também concedeu um Grand Prix ao filme “Unskippable”, das americanas The Martin Agency e Park Pictures para a seguradora Geico, na sua versão mais longa. O filme – imagens de pura magia que fazem todo mundo sorrir – é parte integrante de uma campanha de enorme sucesso de público e elevados resultados em vendas, que se fundamenta em uma estratégia muito inteligente: a mensagem do comercial é transmitida, na verdade, logo no início, em menos de 10 segundos; em seguida, os filmes são pura diversão até seu final – na prática, todos eles vendem com eficácia a marca e seu posicionamento de seguradora com desconto.

No geral, apesar do inesperado mas muito bem vindo sucesso do Brasil, ficou novamente evidente que na área de Film Lions há pouco espaço para produções de fora do Estados Unidos (principalmente) e do Reino Unido, países que, além de utilizarem de forma massiva a televisão (aberta e paga), assim como os vídeos nas plataformas digitais, têm uma expertise admirável na realização dessas mensagens e investem de forma muito expressiva na sua produção.

Neste ano, foram inscritos 1.013 concorrentes vindos do Estados Unidos e 293 do Reino Unido, países que conseguiram classificar 112 e 37 peças na shortlist, respectivamente. Juntos, somaram mais da metade (40%, EUA e 13%, UK) dos comerciais que concorreram aos cobiçados Leões.

No ranking dos países premiados, a seguir relacionado, os dois líderes somaram 52 dos 99 Leões concedidos (fora os dois GPs):

Estados Unidos, 231 pontos obtidos com 1 Grand Prix, 4 Leões de Ouro, 13 de Prata, 17 de Bronze e 77 Finalistas

Reino Unido, 100 pontos obtidos com 4 Leões de Ouro, 8 de Prata, 6 de Bronze e 19 Finalistas

Espanha, 34 pontos obtidos com 1 Leão de Ouro, 2 de Prata, 4 de Bronze e 5 Finalistas

Canadá, 33 pontos obtidos com 1 Leão de Ouro, 1 de Prata, 3 de Bronze e 12 Finalistas

Argentina, 23 pontos obtidos com 2 Leões de Prata, 3 de Bronze e 4 Finalistas

Alemanha, 19 pontos obtidos com 2 Leões de Prata, 2 de Bronze e 3 Finalistas

Brasil, 17 pontos obtidos com 1 Grand Prix, 2 Leões de Bronze e 1 Finalista

França, 15 pontos obtidos com 1 Leão de Prata, 1 de Bronze e 7 Finalistas

Holanda, 14 pontos obtidos com 4 Leões de Bronze e 2 Finalistas

África do Sul, 11 pontos obtidos com 2 Leões de Bronze e 5 Finalistas

Austrália, 11 pontos obtidos com 1 Leão de Prata, 1 de Bronze e 7 Finalistas

Japão, 10 pontos obtidos com 1 Leão de Prata e 5 Finalistas

Itália, 10 pontos obtidos com 1 Leão de Prata e 5 Finalistas

Bélgica, 9 pontos obtidos com 1 Leão de Prata e 4 Finalistas

México, 8 pontos obtidos com 1 Leão de Prata e 1 de Bronze

Suécia, 8 pontos obtidos com 1 Leão de Bronze e 5 Finalistas

Noruega, 6 pontos obtidos com 1 Leão de Prata e 1 Finalista

Emirados, 6 pontos obtidos com 1 Leão de Bronze e 3 Finalistas

República Eslovaca, 5 pontos obtidos com 1 Leão de Bronze e 2 Finalistas

Chile, 3 pontos obtidos com 1 Leão de Bronze

Venezuela, 3 pontos obtidos com 1 Leão de Bronze

Na área de Film Lions houve neste ano um crescimento de 8% nas inscrições (de 2.838 para 3.070). O Brasil, porém, enviou menos trabalhos: 91 em 2015 contra 118 no ano passado.

Na shortlist, o País entrou com apenas 4 Finalistas, mas a performance ao final foi extraordinária , com o Grand Prix e mais dois Leões de Bronze:

“Gymnastics”, da Mullen Lowe e Paranoid BR para Ducoco
“Invisible runners”, da F/Nazca S&S e Urso Morto para Mizuno, da Alpargatas

 O Finalista remanescente do Brasil foi “Distorted fact”, da AlmapBBDO e Bossa Nova para Veja.

Como dito anteriormente, Tor Myhren, chief creative officer global da Grey e presidente da Grey New York foi o presidente do júri de Film Lions, que contou com o brasileiro Fernando Nobre, vice-presidente de criação da Mullen Lowe entre seus integrantes. No vídeo abaixo, ele fala à imprensa durante a coletiva realizada neste sábado, 27 de junho, para revelar os vencedores aos jornalistas no Palais des Festivals.

No vídeo abaixo, gravado pela reportagem de About, a equipe da F/Nazca S&S recebe no Grande Auditório do Palais de Festivals, na noite deste sábado, 27 de junho, o Grand Prix pela criação de “100” para Leica, das mãos de Tor Myhren.

Acesse a lista completa de premiados em Film Lions pelo link abaixo.

Film Winners

About Magazine conta com o patrocínio da Rede Globo de Televisão na cobertura do Cannes Lions 2015.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: