Anúncios
News Ticker

Film Craft Lions Winners

QUALIDADE BRITÂNICA DOMINA FILM CRAFT LIONS

O Brasil conquistou nesta área 3 Leões de Ouro, 3 Leões de Prata e permaneceu com 2 Finalistas

Os sinais de que o Reino Unido seria o grande vencedor em Film Craft, que despontaram na shortlist, foram confirmados na etapa final, com a divulgação dos resultados dos Leões concedidos.

Apesar de concorrer com menos trabalhos (352) que os americanos (812), os britânicos classificaram 60 Finalistas contra 54 do Estados Unidos. Juntos, os dois países ficaram com 64% dos 177 selecionados para a etapa final de julgamento da área, que este ano cresceu 6% em número de inscrições (de 2.073 para 2.205).

O ranking das nações que foram premiadas em Film Craft Lions 2015 é como segue:

Reino Unido, 163 pontos resultantes do Grand Prix, 5 Leões de Ouro, 10 de Prata, 12 de Bronze e 32 Finalistas

Estados Unidos, 79 pontos resultantes de 1 Leão de Ouro, 2 de Prata, 7 de Bronze e 44 Finalistas

Brasil, 55 pontos resultantes de 4 Leões de Ouro, 5 de Prata e 2 Finalistas

França, 35 pontos resultantes de 2 Leões de Ouro, 4 de Bronze e 9 Finalistas

Japão, 15 pontos resultantes de 2 Leões de Ouro e 1 Finalista

Alemanha, 14 pontos resultantes de 1 Leão de Prata, 1 de Bronze e 6 Finalistas

Austrália, 13 pontos resultantes de 1 Leão de Prata, 2 de Bronze e 2 Finalistas

Holanda, 10 pontos resultantes de 1 Leão de Ouro e 1 de Bronze

Argentina, 7 pontos resultantes de 1 Leão de Ouro

Emirados Árabes, 5 pontos resultantes de 1 Leão de Bronze e 2 Finalistas

Nova Zelândia, 4 pontos resultantes de 1 Leão de Bronze e 1 Finalista

República Checa, 4 pontos resultantes de 1 Leão de Bronze e 1 Finalista

Coréia do Sul, 3 pontos resultantes de 1 Leão de Bronze

O Grand Prix de Film Craft foi “Monty´s Christmas”, da Adam&EveDDB London e Blink Productions London para a loja de departamentos John Lewis. Um comercial clássico, mas feito com absoluta precisão, que explora de forma mágica a fantasia de um menino no período de Natal. É daqueles filmes que ninguém cansa de assistir e tocam pessoas de qualquer idade.

O Brasil, que estava na quarta posição na shortlist, com 11 comerciais, terminou subindo para o terceiro lugar entre os mais premiados, uma performance muito melhor que a habitual, obtida a partir de 86 trabalhos inscritos agora (18 a mais que em 2014). Vale lembrar que no ano passado nem mesmo na lista da disputa final os brasileiros conseguiram entrar.

Essa ótima presença do Brasil deve-se, em grande parte, ao fenômeno “100”, da Leica, Grand Prix de Film Lions e o mais premiado do mundo em Film Craft, como se pode conferir pela lista dos Leões brasileiros, a seguir:

Leões de Ouro


“Everyone is gay”, da Neogama BBH e Hungry Man SP para Mix Brasil


“War on drugs”, da AlmapBBDO para Instituto Igarapé

“100”, da F/Nazca S&S e Stink para Galeria Leica, em duas categorias

Leões de Prata

“100”, da F/Nazca S&S e Stink para Galeria Leica, em três categorias

“Custom-made commercial”, da AlmapBBDO e Landia (Buenos Aires) para caminhões Volkswagen, da Man

“Breakdance”, da DM9DDB e Vetor Zero para repelente Johnson´s Baby

Finalistas remanescentes (descontados os Leões concedidos)

“Custom-made commercial”, da AlmapBBDO e Landia (Buenos Aires) para caminhões Volkswagen, da Man, em categoria diferente da premiada com Leão de Prata

“War”, da Grey e Piloto TV para Fundação de Direitos Humanos

João Daniel Tikhomiroff, fundador e sócio-diretor da Mixer, foi o presidente do júri, que não contou com outro representante brasileiro. O talento e a experiência de Tikhomiroff são reconhecidos internacionalmente, há décadas, não somente por causa dos prêmios conquistados no Festival de Cannes. Sua carreira é vitoriosa no Brasil e na realização de trabalhos em outros países da América do Sul, da Europa e nos Estados Unidos. Como diretor e produtor, ele também tem estado presente com sucesso no universo do cinema e da televisão. Além da expertise nata, da sua cultura e do rico conhecimento cumulativo que nunca cessa, Tikhomiroff é ainda admirado pelo seu equilíbrio e bom senso nas relações profissionais e pessoais. Sempre disposto ao diálogo, ele não desiste fácil de um debate, de uma boa troca de ideias, do confronto entre reflexões críticas, entretanto, sabe atuar nesses contextos com pertinência e adequação, o que favorece a produtividade no encontro de inteligências que tentam somar por um elo em comum. Não é de se admirar, portanto, ter ele recebido e aceitado este convite da organização do Cannes Lions para presidir uma das mais importantes comissões julgadoras do festival, composta por Pucho Mentasti, diretor da Blue (Argentina); Rob Galluzz, fundador e executivo produtor da Finch (Austrália); Pierre Marcus, presidente e CEO da Prodigious (França); Christiane Dressler, produtor executivo e diretor gerente da RadicalMedia (Alemanha), Prasoon Pandey, produtor da Corcoise Films (Índia); Calle Sjönell, chief creative director da Lowe Brindfors (Suécia); Stepehm Pepper, VFX supervisor da The Ambassadors (Holanda); Jax Ostle-Evans, produtor executivo da Stink Digital (Reino Unido); Jackie Bisbee, produtor executivo da Park Pictures (USA) e Diane McArter, fundadora e presidente da Furlined (USA).

No primeiro vídeo, logo abaixo, ele faz seu pronunciamento na sala de imprensa do Palais des Festival, ao anunciar os vencedores da área aos jornalistas. No segundo vídeo, postado em seguida, ele concede entrevista exclusiva à reportagem de About, após a coletiva de imprensa.

Acesse a lista completa de premiados em Film Craft Lions pelo link abaixo.

Film Craft Winners

About Magazine conta com o patrocínio da Rede Globo de Televisão na cobertura do Cannes Lions 2015.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: