Anúncios
News Ticker

Cannes Lions

CANNES LIONS 2015 SUPERA TODOS OS PRÓPRIOS RECORDES

By Rafael Sampaio

cannes2

O 62° Cannes Lions, que acontecerá entre 21 e 27 de junho, mais uma vez irá superar todos seus recordes prévios, incluindo a realização de mais um festival, em paralelo, o Lions Innovation, que vai acontecer nos dias 25 e 26. Sem contar com o segundo ano do Lions Health, em 19 e 20 de junho, no qual a quantidade de inscrições de trabalhos chegou a 1.862 (30% a mais que em 2014).

No caso das palestras, seminários e workshops, o número aumentou ainda mais e passa de 150, com a participação de mais de 250 profissionais, empresários e artistas de todas as partes do mundo.

No tradicional Cannes Lions, os concorrentes passaram de 37.427 no ano passado para 37.426 agora. Mas isso sem contar as 226 inscrições no Innovation Lions, área que cresceu 9,7% (foram 206 em 2014) e agora estão no festival Lions Innovation, junto com os impressionantes 619 competidores do novo Creative Data Lions.

No tradicional Cannes Lions há uma área adicional, o Glass Lion: The Lion for Change, que nasceu com 166 concorrentes. As duas áreas que registraram maior crescimento de inscrições foram as de Creative Effectiveness, com 100% (de 80 para 160); e a de Product Design, com mais 44,3% (de 194 para 280 inscrições). Também cresceram as áreas de Radio, com mais 18,7% (de 1.448 para 1.720); Branded Content & Enternainment, com incremento de 18% (de 1.178 para 1.394); Film, com mais 8% (de 2.838 para 3.070); PR, com crescimento de 6,4% (de 1.850 para 1.969); Film Craft, com mais 6% (de 2.073 para 2.205); Direct, com aumento de 5,1% (2.676 para 2.813); Mobile, com mais 4,9% (de 1.187 para 1.246); Cyber, com incremento de 2,1% (3.660 para 3.738); e Media, com mais 1,5% (de 3.127 para 3.179 inscrições).

As maiores quedas de inscrições foram as de Outdoor, com menos 11% (de 5.660 para 5.037) e a de Press, com redução de 10,7% (de 5.007 para 4.470). Também sofreram diminuição de concorrentes, pela ordem: Design, com menos 8,2% (de 2.624 para 2.409); Promo & Activation, com redução de 1,4% (de 3.241 para 3.196); e de Titanium & Integrated, com diminuição de 1,1% (de 378 para 374).

Entre os países, a lista dos 10 que mais inscreveram é liderada pelos Estados Unidos, com impressionantes 7.436 competidores (20% a mais que no ano passado). A segunda posição é novamente do Brasil, com 2.900 (queda de 13% sobre 2014) e a terceira, mais uma vez, é o Reino Unido, com 2.846 concorrentes (mais 3%).

Na sequência, estão a Alemanha, com 1.766 (redução de 25%); França, com 1.583 (menos 14%); Austrália, com 1.404 (9% a menos); Japão, com 1.169 (mais 2%); Espanha, com 1.041 (aumento de 10%); Canadá, com 949 (menos 5%); e Índia, com 945 competidores (redução de 3%).

Os organizadores do Cannes Lions anunciaram que o Anunciante do Ano em 2015 será a Heineken. Também já está definida a Media Person of the Year, que será SY Lau, VP executivo da Tencent e presidente do Online Media Group (OMG).

O prêmio em reconhecimento de uma carreira dedicada ao setor, o Leão de São Marcos, será entregue em 2015 para Robert Greenberg, fundador, chairman e CEO da R/GA. E Al Gore será o destacado com o LionHeart Award, que é concedido pela segunda vez.

DESIGN BRASILEIRO MARCA PRESENÇA NO FESTIVAL CANNES LIONS 2015

A Associação Brasileira de Empresas de Design (Abedesign) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), por meio do projeto Brasil Design, participa pelo sétimo ano consecutivo do Festival Cannes Lions, o maior festival de criatividade do mundo. O objetivo é solidificar a imagem do Brasil como expoente no setor de design.

fakeAtravés de parceria da Apex-Brasil, a campanha de comunicação deste ano, criada pela F/Nazca Saatchi&Saatchi, tem como objetivo valorizar a imagem do Brasil em Cannes. A campanha, adorada conjuntamente pela ABEDESIGN e APRO, desconectam os estereótipos do Brasil e evidenciam os atributos de cada setor.

Por meio do projeto, foram subsidiadas 21 inscrições de peças na categoria Design. Além disso, dez empresas brasileiras terão suas inscrições subsidiadas pelo projeto. A associação realizará ainda, uma ação de relacionamento no Cannes Lions Beach, espaço do festival localizado na praia. A expectativa é que mais de 100 convidados internacionais participem do encontro, possibilitando a interação e troca de experiências com os representantes brasileiros.

“O Festival Cannes Lions é uma vitrine para o mundo. Mesmo sendo uma ação diretamente relacionada a imagem, a ação do Brasil Design tem como objetivo estreitar o relacionamento entre as empresas brasileiras de design e importantes nomes internacionais”, destaca a gerente executiva da ABEDESIGN, Anna Carolina Maccarone, em comunicado à imprensa elaborado por Boulanger Campos, da Link Comunicação Empresarial.

A participação do Brasil Design no Cannes Lions tem a coordenação geral de Gustavo Greco, da NewGreco. O Brasil Design at Cannes Lions Beach será realizado no dia 24 de junho de 2015, às 16:00.

Projeto Brasil Design

O Brasil Design é o Projeto Setorial Integrado de Promoção de Exportações dos Serviços de Design Brasileiro realizado em parceria pela Apex-Brasil e pela ABEDESIGN. Criado em 2006, tem como objetivo inserir o design brasileiro no mercado internacional, oferecendo ações orientadas para a promoção de exportação, posicionamento e construção de imagem, internacionalização e produção de inteligência comercial aos empresários do ramo. Além disso, visa contribuir para a criação de uma cultura do design brasileiro, a partir da construção de uma visão detalhada do setor, com seleção de mercados-alvo, visibilidade do potencial do design nacional e possibilidade de geração de negócios. Para participar do projeto, o interessado deve entrar em contato pelo e-mail abedesign@abedesign.org.br.

Sobre a ABEDESIGN

Fundada em 2005 com o objetivo de difundir a importância do design como ferramenta estratégica para o desenvolvimento do país, a ABEDESIGN vem promovendo um trabalho contínuo de valorização do setor, além da facilitação das atividades profissionais.  A associação, que conta atualmente com 228 membros, é responsável pela defesa dos interesses da categoria nas instituições públicas, privadas, entidades de classe, governamentais e diplomáticas, organizações não governamentais, instituições de ensino e na sociedade em geral.

ABEL REIS E FRED SALDANHA APRESENTARÃO PAINEL “IDEIAS QUE NÃO TÊM LIMITES” NO PALCO DO INNOVATION LIONS NO FESTIVAL DE CANNES

Abel Reis Foto de Mario Miranda/Agência Foto

Abel Reis
Foto de Mario Miranda/Agência Foto

A Isobar, ganhadora do 1º Leão de Ouro em Inovação da América Latina e do Brasil no Cannes Lions 2014 com o projeto “Fiat Live Store”, estará no palco Inspiration, no Innovation Lions do Festival de Criatividade Cannes 2015. Abel Reis, CEO da Isobar Latam e da Dentsu Aegis Network Brasil, e Fred Saldanha, chief creative officer da Isobar Américas, irão compartilhar a experiência de levar uma montadora “do hardware para o software”, mudando efetivamente a forma como os consumidores compram carros para sempre.

No painel da Isobar, “Ideias que não têm limites – Inovação viaja bem?”, eles vão discorrer sobre o papel do insight cultural e do pensamento sem fronteiras em inovações de sucesso nas diversas indústrias. Como ideias movidas por tecnologia e inovação viajam por geografias e culturas, mas, principalmente em mercados de ritmo acelerado e emergentes como a Índia e a China? Os executivos responderão essas e outras questões no dia 25 de junho, em Cannes.

“Vamos descompactar os desafios criativos, tecnológicos e logísticos cruciais ao criar inovação sem fronteiras, aconselhando sobre os fatores que permitem que a inovação viaje além de geografias, infraestruturas e culturas”, reforça Abel Reis, CEO da Isobar Latam e da Dentsu Aegis Network Brasil, em comunicado à imprensa elaborado pela Perspectiva Comunicação.

BRASIL CONQUISTOU 107 LEÕES E, PELA PRIMEIRA VEZ, O GRAND PRIX DE MOBILE, UM CREATIVE EFFECTIVENESS LION E UM INNOVATION LION NO CANNES LIONS 2014

Gisele Centenaro e Rafael Sampaio

Se fosse um ano normal do Brasil no Cannes Lions, 2014 poderia ser considerado um excelente em termos da performance atingida, com exceção da frustração de não se ter alcançado nada em Film Craft e muito pouco em Film. Não apenas pelo número de Finalistas e Leões, mas pela conquista de um Grand Prix, inédito, de Mobile, e pela estreia de premiações em duas áreas difíceis, a de Creative Effectiveness e a de Innovation. Mas como viemos dos recordes de 2013, o melhor ano do Brasil em todos os tempos, ficou uma sensação de que não há muito que comemorar. O que é uma perspectiva míope, pois com exceção dos Estados Unidos, que continuam se superando, os demais países também não repetiram suas melhores marcas mais recentes.

O 61° Cannes Lions continuou batendo diversos de seus recordes: agora são 17 áreas de premiação (com a introdução de Product Design), nas quais foram inscritos 37.427 trabalhos (4,6% a mais que em 2013, quando foram 35.765), vindos de 97 países. Houve 209 apresentações e debates com a presença de mais de 500 palestrantes e debatedores no decorrer da semana, além de quatro cerimônias de premiação e duas festas.

Tudo indica que apenas não se repetiu o número de delegados. Não só do Brasil (ouviu-se menos português em Cannes este ano), mas dos demais países. As filas estavam menores e as salas, menos entupidas de gente. Mesmo considerando que havia mais espaços para acolher os participantes e mais sessões simultâneas, a sensação foi de que havia menos gente. Número que a organização do Cannes Lions jamais divulga com precisão…

BonoPortal

O novo LionHeart Award homenageou Bono – que foi aplaudido de pé –, pela criação do (RED), linha especial de uma série de produtos e serviços (da Apple, Coca-Cola, Bank of America etc.), que destina 50% de seus lucros para combater a aids na África

Além do festival tradicional, porém, foi iniciado mais um, integrado a ele, o Lions Health, que aconteceu na sexta-feira e sábado anteriores e que já nasceu grande, com 1.423 concorrentes, 18 seminários, uma cerimônia de premiação e uma festa.
Sem contar esse novo evento, o país que mais trabalhos inscreveu em Cannes este ano foi novamente os Estados Unidos, com 6.213 competidores, sendo seguido pelo Brasil (3.321 concorrentes), Reino Unido (2.757), Alemanha (2.376) e França (1.838).

Mesmo sem fazer as dezenas de contas que são necessárias para se ter uma análise precisa das performances dos países premiados (esse balanço será feito na edição de About que circulará no final de julho), já se sabe que os Estados Unidos aumentou ainda mais sua distância dos demais países e que o Brasil estará disputando a segunda posição com o Reino Unido. Depois desse pelotão de elite de Cannes, que há um bom tempo tem estado na vanguarda da competição, os números finais poderão revelar algumas surpresas interessantes…

O Brasil competiu com 3.321 peças e casos – o que representou 4,5% a menos que em 2013, quando concorremos com 3.476. Em termos de número de Leões conquistados, ficamos 6% abaixo: 107 este ano contra 114 em 2013. Como premiação não é uma coisa matemática, pode-se dizer que se está dentro da normalidade.

Neste ano o Brasil alcançou 796 pontos com o Grand Prix de Mobile, 17 Leões de Ouro, 31 de Prata e 58 de Bronze, além dos 259 Finalistas (já descontados os Leões conquistados). Vale a ressaltar que entre os “ouros”, o Brasil obteve dois prêmios inéditos: um Innovation Lion e um Creative Effectiveness Lion.

Esses destaques ficaram com uma campanha da FCB para a CNA (área de Mobile), um projeto da AgênciaClick Isobar e Questto No para a Fiat e a campanha “Real Beauty Sketches”, da Ogilvy para Dove, que foi a grande premiada de 2013, obteve um pioneiro Grand Prix de Titanium e agora abre mais uma fronteira para a propaganda brasileira.

O ranking das agências brasileiras no Cannes Lions 2014 ficou assim:

AlmapBBDO, com 3 Leões de Ouro, 1 de Prata, 14 de Bronze e 38 Finalistas (106 pontos)
Leo Burnett Tailor Made, com 2 Leões de Ouro, 7 de Prata, 8 de Bronze e 32 Finalistas (105 pontos)
FCB Brasil, com 1 Grand Prix (Mobile), 5 Leões de Ouro, 5 de Prata, 6 de Bronze e 8 Finalistas (96 pontos)
Ogilvy, com 1 Creative Effectivess Lion, 2 Leões de Ouro, 5 de Prata, 7 de Bronze e 9 Finalistas (79 pontos)
Loducca, com 2 Leões de Ouro, 4 de Prata, 3 de Bronze e 3 Finalistas, (46 pontos)
DM9DDB (incluindo DM9Rio e Sul), com 1 Leão de Ouro, 1 de Prata, 3 de Bronze e 25 Finalistas (46 pontos)
Y&R, com 3 Leões de Prata, 5 de Bronze e 15 Finalistas (45 pontos)
JWT, com 1 Leão de Prata, 5 Bronze e 8 Finalistas (38 pontos)
Publicis, com 3 Leões de Prata e 8 Finalistas (23 pontos)
Borghi/Lowe, com 3 Leões de Bronze e 5 Finalistas (14 pontos)
AgênciaClick Isobar, com 1 Innovation Lion e 1 Leão de Bronze (13 pontos)
Talent, com 1 Leão de Bronze e 7 Finalistas (10 pontos)
Artplan, com 1 Leão de Bronze e 5 Finalistas (8 pontos)
Grey Brasil, com 1 Leão de Bronze e 3 Finalistas (6 pontos)
Mood\TBWA, com 1 Leão de Bronze e 1 Finalista (4 pontos)

Além das que foram premiadas com Leões, apenas com Finalistas ficaram as seguintes agências: Africa (com 7), WMcCann (4), Lew Lara\TBWA (2) e Havas, NBS, Agência 3, VML, Cheil, Competence, Dim&Cansian, Wieden+Kennedy e F/Nazca S&S (com 1 cada). Além da área de comunicação da Fox.

Na cerimônia de encerramento do Cannes Lions 2014 foram entregues quatro destaques previamente definidos pela organização do festival:

O de Anunciante Criativo do Ano para o McDonald´s, pelas mãos de seu vp executivo e global chief brand officer, Steve Easterbrook.

O de Media Person of the Year para Richard Plepler, CEO da HBO.

O Lion of St. Mark, do gênero lifetime achievement, para o diretor Joe Pytka.

E o novo LionHeart Award homenageou Bono – que foi aplaudido de pé –, pela criação do (RED), linha especial de uma série de produtos e serviços (da Apple, Coca-Cola, Bank of America etc.), que destina 50% de seus lucros para combater a aids na África.

Além desses, foram entregues os ambicionados prêmios definidos pelo resultado da performance das agências e produtoras nas diversas áreas de Cannes. A saber:

O Leão de Agency of the Year ficou com a Adam&EveDDB, de Londres. A Dentsu, de Tóquio, e a AlmapBBDO, ficaram com a segunda e terceira posição.

O troféu para a Independent Agency of the Year foi para a Forsman & Bodenfors, de Gothenburg, na Suécia. A Lemz, de Amsterdam, e a Wieden + Kennedy, de Portland, quase chegaram lá.

No caso da histórica The Palme d’Or, ela foi este ano para a MJZ, dos Estados Unidos. A americana O Positive Films e a inglesa Outsider, vieram na sequencia.

A Ogilvy & Mather foi o The Network of the Year, com a BBDO e a DDB na sua cola.

E os destaques de Regional Network of the Year, que foi concedido pela primeira vez, foram para a BBDO na Ásia Pacífico (APAC), a DDB no Oriente Médio e África (EMEA), a BBDO na América do Norte e a Ogilvy & Mather na América do Sul.

Também foi destacada a Holding Company of the Year , a WPP. Com a Omnicom em segundo e a Publicis, em terceiro.

Outro prêmio especial entregue na ocasião foi para Grand Prix for Good. A partir de uma lista de 32 Finalistas feita com vencedores de Leões de Ouro ao longo de todas as áreas do festival e que tinham por objetivo o bem público, o júri de Titanium and Integrated escolheu a vencedora: “Sweetie”, da Lemz Amsterdam para a ong Terre des Hommes. Um trabalho brilhante, que conquistou 14 Leões de Ouro e 1 de Prata em várias categorias. O esforço de comunicação não apenas atuou pela conscientização e mudança da realidade do grave problema pedofilia, como foi elemento chave para identificar e prender uma rede de distribuidores desse gênero de material.

A revista About e o Portal da Propaganda fizeram a cobertura do
61º Cannes Lions sob patrocínio da Paim Comunicação e da Rede Globo de
Televisão, contando ainda com apoio das empresas Enken e T4R na
arquitetura e produção do www.portaldapropaganda.com/cannesm, versão mobile do Guia About Cannes 2014.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: