PUC Campinas inaugura espaço de tecnologia e inovação com coworking para a comunidade

Aa PUC-Campinas acaba de inaugurar, no Campus 1, o Espaço Mescla. Participaram da cerimônia o Grão-Chanceler da PUC-Campinas, Arcebispo Dom João Inácio Müller; o Reitor Prof. Dr. Germano Rigacci Júnior; o Vice-Reitor Prof. Dr. Pe. José Benedito de Almeida David; o Vice-Prefeito Henrique Magalhães Teixeira; e o Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico André Von Zuben.

O espaço, constituído do Coworking e do Laboratório de Fabricação Digital, será um local de integração de estudantes, pesquisadores e professores de diversas áreas e cursos da Universidade com empreendedores, empresas, outras instituições de ensino e pesquisa, investidores e comunidade em geral.

“Esse é mais um avanço da universidade, um passo novo para o futuro. Mas não vamos parar por aqui, vamos avançar na abertura de espaços para a comunidade. Precisamos preparar a Universidade para dar respostas a perguntas que nos farão daqui a 10 anos. Temos que ser vanguarda, ponta de lança”, declara Dom João Inácio, em comunicado à imprensa.

O Reitor ressalta que o Mescla vai ao encontro dos princípios das Pontifícias. “A universidade tem a responsabilidade de contribuir com a comunidade, em especial com os mais pobres e com os grupos minoritários. Esse espaço é importante não só para a Universidade, mas também para toda Campinas e região. Vamos tratar pesquisa e tecnologia relacionadas a questões que afetam o setor produtivo, a vida da cidade e a nossa região. Será uma parceria, um encontro com a comunidade local”, afirmou.

O objetivo do Mescla é ser um espaço de reunião, troca de experiências, de ideais, com estrutura e equipamentos que auxiliem no desenvolvimento de projetos inovadores e na criação de novas empresas de tecnologia ou de outras áreas que solucionem problemas da comunidade.

O vice-prefeito enfatiza a importância da iniciativa da PUC-Campinas para a Região Metropolitana de Campinas. “Parabenizo a PUC-Campinas pela visão que está tendo não só em relação aos seus alunos, mas também sobre a questão social, do desenvolvimento da cidade e em relação à região onde a Universidade está inserida. Esse espaço voltado para inovação e tecnologia também une mercado, academia e outras instituições, auxiliando até os alunos a realizarem networking dentro da própria Universidade.”

O secretário André Von Zuben acrescenta que a inciativa da PUC-Campinas está em sintonia com o modelo de desenvolvimento de Campinas. “Ter um espaço que, além de auxiliar na formação de seus alunos, também serve à comunidade e ajuda empresas que estão nascendo. A PUC dá um salto com essa iniciativa.” 

O nome Mescla vem do propósito de misturar diferentes áreas de conhecimento, academia, comunidade e diferentes agentes de processos de inovação e empreendedorismo. O espaço estará aberto ao público de segunda a sexta-feira, das 8h às 22h, e aos sábados, das 8h às 14h, com agendamento.

O coworking terá cinco salas com 20 posições, um espaço compartilhado com 20 posições, miniauditório para 40 pessoas e sala de reunião para 15 pessoas. O Fablab tem 45 cadeiras nas bancadas, com quatro impressoras 3D, duas cortadoras a laser, uma cortadora seccional, uma fresadora e 10 computadores.

No Mescla Coworking, empreendedores poderão utilizar o espaço físico e sua estrutura, como telefones, internet, local para reuniões e teleconferências. Para isso, podem candidatar-se membros da comunidade acadêmica (alunos, professores e funcionários), profissionais liberais ou empresas, já em atividade, com CNPJ constituído.

Para candidatura, basta enviar uma manifestação de interesse para o e-mail mescla@puc-campinas.edu.br. Após o recebimento, será enviado um Formulário de Candidatura, que será avaliado pela Comissão de Análise do Ecossistema Mescla, que decidirá a possibilidade de admissão.

Os cursos serão em diversas áreas, como a de administração, contabilidade, marketing e outros temas que auxiliem os envolvidos nas novas empresas em formação a terem sucesso em seus negócios. O primeiro será dia 11 de fevereiro, gratuito, e as inscrições podem ser feitas no endereço https://www.puc-campinas.edu.br/mescla/ .

O Laboratório de Fabricação Digital, que funcionará no mesmo prédio, fornecerá equipamentos e programas necessários para a construção de protótipos. O local já conta com quatro impressoras 3D, fresadoras, cortadoras laser, termomodeladora, furadeiras de bancada, lixadoras, seccionadoras, máquina de costura, esmerilhadeira e outros equipamentos.

Ele poderá utilizar desde os programas de computador para desenhar esses protótipos até sua confecção em diferentes materiais. Poderão ser utilizados acrílico, MDF, plásticos para 3D e diferentes circuitos. O laboratório também incentivará a utilização de material de reciclagem em sua produção.

Fonte: Departamento de Comunicação PUC-Campinas| (GC)

Follow About Magazine on WordPress.com

Donation

Media support

For the good journalism

R$5,00

Sobre gcentenaro (678 artigos)
About Magazine's Publisher
%d blogueiros gostam disto: