Análise de dados a favor do futuro do negócio | By Tomé

Segundo o Estudo Global State of Enterprise Analytics 2019, realizado pela MicroStrategy em parceria com a consultoria global Hall & Partner, no Brasil, 60% das empresas usam Data & Analytics para orientar estratégias e mudanças necessárias nos negócios, entre elas,  desenvolvimento de novos produtos e ofertas personalizadas, gestão de riscos, análise de força de trabalho e melhoria da eficiência de custos.

Ainda de acordo com o levantamento, divulgado recentemente, 94% dos respondentes consideram a cultura de dados um fator crucial no processo de transformação digital em suas empresas, acreditando que o ano de 2020 marcará o início de uma nova era para o tema, com grandes promessas de inovação e promoção de experiências intuitivas que finalmente ajudarão a tornar as empresas ainda mais inteligentes. 

Tal constatação também pôde ser verificada durante minha oitava participação na NRF, maior feira global do varejo, realizada em Nova York, em janeiro, que mostrou que a análise de dados para a otimização dos negócios e para o desenvolvimento de ofertas personalizadas é uma tendência mundial. O uso do analytics e inúmeras outras soluções foram a grande sensação do evento, que revelou as novidades do varejo mundial, mostrando como é possível aumentar a produtividade de toda a cadeia do negócio.

Durante o evento também se falou muito sobre lojas autônomas, processos robotizados, impressoras que imprimem até comida e diversas outras tecnologias super interessantes, mas o surpreendente mesmo é ver como, ano após ano, muitos protótipos se tornam realidade. Há um ano, por exemplo, um robô que realizava apenas a varredura de loja inventariando estoque, validando planograma e garantindo a não existência de ruptura, era testado em uma grande cadeia mundial de supermercados. Hoje, um sistema de câmeras muito mais simples já realiza a mesma função e de maneira muito mais acessível. Ou seja, um sistema sozinho torna a solução limitada, mas quando combinado com tecnologias de RFID e outras suportadas pela coleta e análise de dados, favorece na tomada das decisões mais assertivas.

Mais do que nunca as decisões de negócio estão baseadas em análises de dados que traduzem a experiência dos clientes nos estabelecimentos. Por meio da inteligência de dados, pode-se aprimorar a relação e engajamento com os restaurantes, supermercados e demais estabelecimentos, promovendo cada vez mais experiências únicas, exclusivas e memoráveis. 

Neste contexto, não é de hoje que a Sodexo Benefícios e Incentivos tem usado Big Data para ajudar seus estabelecimentos parceiros a mapear o perfil de seus consumidores, analisar a concorrência e identificar oportunidades de negócio. Tudo isso com o objetivo de ser o parceiro mais completo para que nossa rede credenciada trabalhe de forma assertiva a sustentabilidade de seu negócio, tornando possível, por meio da inteligência de dados, atrair mais consumidores e, consequentemente, melhorar seu faturamento.

Em 2007, a companhia criou no Brasil uma diretoria de estabelecimentos dedicada a atender desde os grandes comércios e franquias às pequenas e médias empresas, passando a investir ainda mais na relação com os estabelecimentos e atuando como uma consultoria de sua rede credenciada.

Mas, muito mais do que oferecer produtos, estamos na era em que soluções e serviços vão até as pessoas, e isso só é possível a partir das informações coletadas no momento da jornada de compra do cliente, tendência que pode ser provada a partir do resultado de uma recente  pesquisa da Salesforce, que apontou que 51% dos consumidores têm a expectativa de que as empresas antecipem suas necessidades de compras e que façam sugestões relevantes. Há 30 anos, eram os consumidores que buscavam o que queriam comprar!

Neste sentido e com foco na proximidade com o consumidor, a Sodexo vem atuando a partir de conceitos de customer centricity’ trabalhando com um mindset de varejo, a partir do qual é gerado um fluxo para os estabelecimentos parceiros por meio do cruzamento de dados, promoções e parcerias cujo objetivo central é satisfazer os desejos dos clientes, tornando possível oferecer o produto certo para a pessoa certa no local correto. 

Muito ainda pode e vai ser feito para atender e oferecer mais comodidade e liberdade de escolha aos nossos estabelecimentos e consumidores, uma vez que este é um tema extremamente amplo e com potencial constante de crescimento. Mas é primordial entender que o futuro já começou e que a análise de dados, se utilizada com responsabilidade e ética, pode gerar valor  para todos. 

Antônio Alberto Aguiar (Tombé) é diretor de Estabelecimentos da Sodexo Benefícios e Incentivos.

Follow About Magazine on WordPress.com

Donation

Media support

For the good journalism

R$5,00

Sobre gcentenaro (749 artigos)
About Magazine's Publisher
%d blogueiros gostam disto: