Fortalecer relação com todos os agentes do mercado é a missão do novo modelo de comercialização da Globo

Como parte de seu processo de transformação, a Globo concluiu a fase de unificação de sua oferta comercial e afirma, em nota à imprensa, ter se consolidado como o único grupo de mídia capaz de construir soluções de comunicação para que marcas acompanhem toda a jornada do consumidor, ao longo do dia, em qualquer plataforma.

Com a revisão do portfolio, o qual integra as oportunidades na TV aberta, na TV por assinatura, no streaming e no digital, a empresa promoveu também uma atualização no modelo de atuação de sua força de vendas. A partir de fevereiro, a Comercialização da estará estruturada por áreas de conhecimento divididas por segmentos, como Serviços&Telecom, Bens de Consumo, Financeiro&Auto, Comércio e Governo.

O novo formato será pautado pela inteligência de mercado, aliada ao desenvolvimento de produtos e soluções que atendam às estratégias de negócios e de comunicação dos clientes, em projetos desenhados em parceria com suas agências. E contribuirá para o crescimento de todo o mercado, anunciantes e agências de todos os portes, em todas as regiões do país.

“O modelo tem como objetivo fortalecer a relação com todos os agentes do mercado publicitário, reforçando o vigor do ecossistema e contribuindo para que ele se mantenha robusto e capaz de gerar valor para todos os envolvidos”, apresenta Eduardo Schaeffer, diretor de Negócios Integrados em Publicidade da Globo (na foto). “A busca pela máxima eficiência nos projetos publicitários passa pela necessária compreensão dos desafios dos mercados dos anunciantes. Estamos empenhados em entendê-los com ainda mais profundidade para desenhar, a seis mãos, soluções criativas e que tragam maiores resultados”, completa o diretor.

Para estreitar o relacionamento com as agências, uma frente exclusiva de atendimento terá como foco discutir novas oportunidades de negócios e compartilhar conhecimento e aprendizados que possam ser usados a favor das estratégias de marcas e anunciantes. Com isso, a Globo pretende reforçar o papel fundamental das agências, no uso da criatividade para o desenvolvimento de ações que atendam às necessidades dos clientes, combinada com a inteligência na elaboração de um plano de mídia estratégico e métricas que permitam aferir a eficiência dos resultados.

Segundo Manzar Feres, diretora de Comercialização da Globo, a mudança oxigena a atuação, trazendo um novo olhar sobre o mercado, reforçando o  relacionamento da Globo com agências e anunciantes.

“Reorganizamos nossa estrutura para fortalecer ainda mais o relacionamento com nossos parceiros. Seguiremos próximos e andando sempre lado a lado das agências e dos anunciantes, estreitando os laços com todos os elos desta cadeia.  Estamos desenvolvendo competências e criando especialistas que terão um olhar aprofundado sobre cada um dos segmentos e dos mercados regionais. É uma transformação essencial para a criação de soluções que atendam aos desafios de comunicação de cada uma das indústrias e cada um dos clientes”, afirma Feres.

As mudanças foram anunciadas em encontro realizado em São Paulo, com todos os profissionais da área de Comercialização da Globo. 

Fonte: Maya Pauliz – Atendimento à Imprensa Globo | (GC)

Follow About Magazine on WordPress.com

Donation

Media support

For the good journalism

R$5,00

Sobre gcentenaro (678 artigos)
About Magazine's Publisher
%d blogueiros gostam disto: