Agenda de atividades da Missão Solidária Marista de 2020 tem início com 500 voluntários

Oficinas, atividades lúdicas e integração com espaços importantes para as comunidades. Há 15 anos os jovens que estão cursando o Ensino Médio nos Colégios Maristas e no Marista Escolas Sociais vivem a experiência do voluntariado e realizam visitas, troca de experiências, atividades e ações em áreas periféricas dos estados do Paraná, Santa Catarina, São Paulo e Mato Grosso do Sul.

Em 2020, cerca de 500 voluntários, entre jovens e educadores, estão envolvidos na Missão Solidária Marista, que acontece entre os dias 19 e 1º de fevereiro. As ações, que estão em sua décima quinta edição, acontecem simultaneamente nas cidades de São Paulo (SP), Curitiba e Paiçandu, no Paraná entre os dias 19 e 25 de janeiro. A partir de 26 de janeiro a 1º de fevereiro, os jovens estarão em Ponta Grossa (PR) e São José (SC).

De acordo com o responsável pela Missão Solidária Marista, Bruno Socher, o objetivo é promover a sensibilidade solidária e a troca de experiências. “Educar para a solidariedade, com um aprendizado recíproco e dialógico, por meio da imersão em realidades desafiadoras”, afirma. Desde 2005, o Grupo Marista já realizou missões voluntárias em 48 localidades, que contaram com a participação de mais de dois mil jovens. Atualmente, o grupo está presente em alguns desses locais com o Marista Escolas Sociais no Paraná, Santa Catarina e São Paulo, oferecendo educação gratuita e de qualidade para crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social.

Além de colocarem a mão na massa em ações para melhorar a estrutura de espaços públicos das comunidades, os jovens passam todo o período da Missão, hospedados em casas de famílias que moram nas comunidades. “Com certeza, esse é o ponto alto da experiência para os jovens, que criam laços para a vida e, além de ajudarem a comunidade, também ressignificam muitos sentimentos e valores. Mais do que a marca que deixam nos territórios, os estudantes também vão embora transformados”, salienta Bruno.

Ações e conscientização

Na capital paulista, na Zona Leste, as atividades incluem oficinas de empreendedorismo no Galpão da ZL e no Parque Jacui, oficinas de plantio e jardinagem com o Mulheres do GAU – Grupo de Agricultoras Urbanas, técnicas de reciclagem com os catadores de lixo da ONG Guerreiros de Deus, e nas ações da Pastoral da Criança. Em Curitiba, no Fazendinha os jovens vão conversar sobre advocacy –  prática de cidadania que argumenta em prol da defesa de causas e direitos para influenciar políticas públicas – revitalizar a quadra do Colégio São Miguel e participar de oficinas no Hospital Cajuru e de reciclagem de lixo.

Em São José, (SC), os estudantes vão participar de atividades relacionadas à ecologia e ao meio ambiente, conhecendo ONGs de catadores de material reciclável e atuando no horto florestal da comunidade. Já em Paiçandu, no interior do Paraná, as mulheres da comunidade receberão oficinas sobre empoderamento feminino. Os alunos terão contato com a cooperativa de catadores e promoverão reformas em espaços comunitários. Em Ponta Grossa (PR), no bairro do Santa Mônica e educação de qualidade estará em pauta. Os estudantes vão conhecer as lideranças da região e reformar os muros e quadra de um centro municipal de educação infantil.

A Rede Marista de Colégios (www.colegiosmaristas.com.br) está presente no Distrito Federal, Goiás, Paraná, Santa Catarina e São Paulo com 18 unidades. Nelas, os mais de 25 mil alunos recebem formação integral, composta pela tradição dos valores Maristas e pela excelência acadêmica. Por meio de propostas pedagógicas diferenciadas, crianças e jovens desenvolvem conhecimento, pensamento crítico, autonomia e se tornam mais preparados para viver em uma sociedade em constante transformação.

O Marista Escolas Sociais (www.maristaescolassociais.org) atende gratuitamente 7.700 crianças, adolescentes e jovens por meio de 20 Escolas Sociais que ficam em cidades de Santa Catarina, Paraná e São Paulo. Os alunos atendidos nas Escolas Sociais têm acesso a uma educação de qualidade e gratuita que vai desde a educação infantil até o ensino médio, além de projetos educacionais e pedagógicos que acontecem no período contrário às aulas.

Fonte: Eduardo vella, Nathalie Maia e Luiza Lafuente – Página 1 Assessoria de Imprensa | (GC)

Follow About Magazine on WordPress.com

Donation

Media support

For the good journalism

R$5,00

Sobre gcentenaro (838 artigos)
About Magazine's Publisher
%d blogueiros gostam disto: